Andando para trás

mjÉ da natureza humana fazer piada. Não só em situações cômicas, mas também nas trágicas. Qual foi o defunto que nunca ouviu uma piadinha eu seu velório? Qual? Se teve algum aí, que se manifeste.

Com Michael Jackson não podia ser diferente. Mas quiseram. No meio da avalanche de gracinhas que saltaram no Twitter, o humorista Rafinha Bastos, conhecido pelo CQC, mandou uma piada que gerou protestos: “Michael Jackson morreu. Quem vai comer nossos filhos?”. Levou uma saraivada de críticas e apagou a frase de seu perfil. Mais tarde, respondendo a alguém no Twitter que disse que lhe faltaram colhões, Rafinha disse: “Na verdade apaguei pq ñ tinha graça no meio da enxurrada de piadas do MJ. Acho a do ataque cardíaco que eu postei mais pesada”.

Bom, nem é tão importante definir o motivo de Rafinha ter retirado sua piada. O fato é que ele foi atacado por falar em algo que todo mundo falava até a última quarta-feira. Mas agora que Michael Jackson dançou, muitos querem que deixemos de falar nos passos que o sujeito deu no lado escuro da lua.  Não só as pessoas que têm voz na internet, mas também a TV tenta pintar um Michael em cores diferentes daquelas que sempre usou. Como disse Silvio Lach, um dos editores desta M… aqui, no Twitter, “criticam quem faz piada com uma pessoa que morreu. Acho menos hipócrita fazer humor do que fabricar choro coletivo para aumentar audiência”.

Pois somos contra essa merda e fazemos aqui um ato de manifesto contra o policiamento e a favor da liberdade de expressão, publicando algumas das frases que os editores soltamos no Twitter sobre Michael Jackson:

http://twitter.com/ulissesmattos:

Caramba, Michael Jackson estava com 50 anos. Não parecia. Deve ter feito plástica.

Eu bem que achei que o Michael Jackson andava meio pálido…

Michael Jackson se foi. Mas voltará dançando “Thriller”.

Nada a ver falar que o Michael Jackson venceu a Farrah Fawcet na corrida pro Céu, por um nariz de vantagem.

Não acho que o Michael Jackson comia as criancinhas. Acho que só ficava. #ditabranda

♫ ♪ We are the world, we are IN the children… ♫ ♪  #momentosMJ


http://twitter.com/silviolach:

Adeus, Michael Jackson. Adeus, Farrah Fawcett. Caramba, Sarney. Vai embora pelo menos do Senado.

Enquanto Michael Jackson vai ao encontro de Deus, Madonna vai ao encontro de Jesus.

Sou contra o Michael Jackson ser cremado. Um cara que nasceu negro e lutou tanto pra ficar branco, não merece virar cinza.

Morre o empresário que vendeu todos os ingressos para os 50 shows do Michael Jackson. Numa grana.

Desde ontem, um monte de gente vem falando do MJ na Globonews como se entendessem da vida do cantor. Medonho. Nem o MJ se conhecia mais.

Michael Jackson morreu com uma dívida de U$ 500 milhões. Não foi pro buraco sozinho.

mjlobinho

Em “O Decálogo do Verdadeiro Humorista”, Millôr diz:

“Para escrever, o humorista deve escolher sempre o assunto mais sério, mais triste, mais chato ou mais trágico. Só um falso humorista escreve sobre assuntos humorísticos. (…) “O humorista deve sempre escolher para trabalhar nas horas em que se encontra de pior humor, em que lhe aconteceu a pior coisa do dia, da semana, do mês ou do ano, conforme seja sua produção diária, semanal, mensal ou anual. Só um falso humorista escreve nos momentos de euforia.”

Esse decálago não pode como aquelas leis que “não pegam”.

4 Responses So Far... Leave a Reply:

  1. Apenas acrescentando, gostamos muito do ‘timing’ do Aran de do Jacaré Banguela, que também estava espirituoso.

    http://twitter.com/EdsonAran

    Michael Jackson chegou no céu e já foi reclamando das instalações. Tião Macalé que olhava tudo, foi taxativo: “Ô criola difíci…tchan!”

    Ninguém se lembra, mas o Wacko Jacko gravou com o Olodum. Vai ser um mês de feriado em Salvador.

    Mussum encontrou Michael Jackson no céu e disse: “Negão é seu passadis!”

    E depois dizem que o Tim Maia é que não ia aos shows…

    Só espero que a Janet não mostre o peito no velório…
    Chega de humor negro. Melhor fazer uma plástica e transformá-lo em humor branco.

    Tadinha da Farrah Fawcett. Só fez uma série de sucesso na vida e, no seu momento de glória, a bicha vai lá e morre junto…

    Ninguém teve uma vida como a dele: de menino preto a pobre a mulher branca e rica.

    Parece que foi só morte cerebral. Menos mal.

    Michael Jackson Morreu pra vocês. Pra mim ele será para sempre um morto-vivo que dança.

  2. [...] Revista M e o politicamente incorreto [...]

  3. dadó disse:

    o Rafinha Bastos só colheu o que plantou. A meses que eu assisto o cqc e presencio piadas que perdem a graça pelo simples fato de serem pesadas, com termos chulos desnecessario, fica parecendo uma piada forçada de mais sem naturalidade e pior, depravada. Ele deveria aprender com o Marco Luque que tem um humor mais espontaneo, sem perder a compostura, as vezes ele da uns escurregos tbm mas nada de tão alarmante como o Rafinha.

  4. giovanna disse:

    cara é sacanagem eles elas e compahia ficar brincando com isso.
    eu tenho um conhecido que ficava falando bobagem de michael então……teve um dia que ele morreu e eu dei risada no velorio dele
    e eu aviso mexeu com michael mexeu com migo tá ligado?